O e-mail de apresentação é igual a paquera: o primeiro contato precisa ser interessante e dar um gostinho de quero mais. Caso contrário, será uma oportunidade perdida.

Por isso, a primeira mensagem deve ser simples e personalizada para aumentar a chance de resposta.

Confira as boas práticas do cold email.

#1 - Cold email não é e-mail marketing

Evite inserir anexos, HTML, imagens e GIFs. Prefira a fonte e a cor do texto padrão da sua caixa de e-mail. A ideia é que, visualmente falando, ele seja parecido com um e-mail comum.

#2 - O foco é a pessoa e não a venda

É a hora da conquista! Portanto, o objetivo do primeiro e-mail é o de transformar desconhecidos em curiosos. Você precisa conseguir uma janela de conexão com quem ainda não te conhece.

Não fale do quão o seu produto é incrível ou que a sua empresa é ganhadora de X prêmios. Inicialmente não tente vender. Demonstre interesse em conversar.

#3 - Nada de assunto sensacionalista

O campo assunto deve despertar a curiosidade para que o e-mail seja aberto, mas sem entregar o objetivo da mensagem.

No entanto, não crie nada na linha “Clique agora e descubra a melhor promoção”. E-mails com assuntos sensacionalistas geralmente são ignorados e vão direto para a lixeira ou para o spam.


#4 - Hello, world!

A pessoa do outro lado da tela ainda não te conhece. Por isso, comece a mensagem se apresentando e informando como você o achou.


#5 - Quanto menos caracteres, melhor

Prefira uma mensagem curta e com espaçamentos para uma leitura fluída. O ideal é que não ultrapasse três parágrafos.


#6 - Exponha a dor do potencial cliente

Comente a dor que o potencial cliente possui e não sobre o produto que você quer vender. Mostre que você entende exatamente os desafios que ele enfrenta.

⚠️ É importante estudar o mercado, as características do negócio e as dores diárias dos seus potenciais clientes, para que você tenha autoridade no assunto e agregue valor no pitch. Aliás, valor é o nosso próximo tópico.


#7 - Entregue a proposta de valor

Antes de falar da sua solução, mostre o valor que ela possui. Por exemplo: cite o resultado que um dos seus clientes conseguiu por meio da sua solução.

#8 - Call-to-action é obrigatório

O que você quer que o potencial cliente faça após ler o seu e-mail? Que indique a pessoa com quem você deve conversar? Marque um papo contigo nos próximos dias? Tenha isso em mente na hora de escrever o call-to-action.

Os potenciais clientes podem não responder ao primeiro e-mail, por isso, é importante criar e-mails de follow-up para que sejam enviados no intervalo de alguns dias.

Precisa de ajuda? É só nos chamar no chat (você precisa estar logado na sua conta Ramper) ou nos enviar um e-mail para ajuda@ramper.com.br.

O nosso atendimento funciona em dias úteis de segunda a sexta-feira das 9h às 18h por ordem de solicitação.



📗 ARTIGOS RELACIONADOS



🛠️ Precisa de ajuda? É só acessar a sua conta Ramper e nos chamar no chat. Se preferir, envie um e-mail para ajuda@ramper.com.br.

🕘 O nosso atendimento funciona em dias úteis de segunda a sexta-feira das 9h às 18h (horário de Brasília) por ordem de envio.



📺 TODA QUINTA-FEIRA DAS 10H ÀS 11H TEM TREINAMENTO AO VIVO.

Veja como participar.


Did this answer your question?